VOCAÇÃO E MISSÃO DOS LEIGOS NA IGREJA E NO MUNDO

Aurea Marin Burocchi, Mílton Sulzbacher

Resumo


Este artigo tem por objetivo mostrar as incumbências, direitos e deveres dos batizados. Tratará, de modo especial, daquilo que torna os cristãos iguais no que se refere ao múnusbatismal:serem profetas, sacerdotes e reis. O trabalho está apoiado nas reflexões do Concílio Ecumênico Vaticano II, bem como naExortação Apostólica pós-sinodal de 1988ChristifidelesLaici, de João Paulo II. O batismo é fonte da vocação e missão dos leigos na Igreja e no mundo, visto que o mandato de Jesus “ide vós também para a vinha” (Mt 20, 4; 20, 7)–“ide, fazei todas as gentes discípulos meus” (Mt 28, 19) – compromete todos os cristãos no anúncio testemunhal do Evangelho em todos os ambientes, no mundo todo. A importância da missão dos leigos não advém da falta de presbíteros, mas do mandato missionário de anunciar a Boa Notícia do Reino. Em primeiro lugar, este trabalho contextualiza o Concílio Vaticano II, bem como a ChristifidelesLaici, o antes e o depois do movimento leigo e sua participação na vida eclesial.Depois elenca o que a Igreja e os documentos entendem a respeito dos leigos eapresenta a teologia do laicato como uma teologia completa e plena. Os leigossão protagonistas da missão,para atuarem livres e em nome da Igreja; em seguida, fundamenta o protagonismo dos leigos na missão da Igreja, responsabilidade que decorre do batismo, impulsionados pelo Espírito. Finalmente, são apresentados as funções e ministérios e formas de participação dos leigos.


Texto completo:

PDF

Referências


BÍBLIA de Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2004.

BRITO, Ênio J. C. Congar: um teólogo a serviço do laicato. In: PASSOS, João Décio (org.). Sujeitos no mundo e na Igreja: reflexões sobre o laicato a partir do Concílio Vaticano II. São Paulo: Paulus, 2014.

CARAMURU, Raimundo. Iniciativas que preparam os fiéis leigos para o Concílio Vaticano II. In: PASSOS, João Décio (org.). Sujeitos no mundo e na Igreja: reflexões sobre o laicato a partir do Concílio Vaticano II. São Paulo: Paulus, 2014.

CÓDIGO de Direito Canônico: Codex Iuris Canonici. 23. ed. revista e ampliada com a legislação complementar da CNBB. Brasília: Loyola, 2015.

CONCEITOS. Pós-modernidade - Conceito, o que é, Significado. Disponível em: http://conceitos.com/pos-modernidade/#ixzz3ngs1jtgp. Acesso em: 15 ago. 2015.

CONCÍLIO VATICANO II. Lumen Gentium: constituição dogmática sobre a igreja. 23. ed. São Paulo: Paulinas, 2011.

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL. Missão e ministérios dos cristãos leigos e leigas. São Paulo: Paulinas, 1999. (Documentos da CNBB, 62).

DUSSEL, Enrique. Teologia do "laicado"? (Realidade ou mistificação). Revista Eclesiástica Brasileira – REB, Petrópolis, v. 47, n. 186, p. 378-385, jun. 1987.

IGREJA CATÓLICA. Papa (1978-2005: João Paulo II); JOÃO PAULO II, Papa. Christifideles Laici: exortação apostólica pós-sinodal sobre vocação e missão dos leigos na igreja e no mundo. 16. ed. São Paulo: Paulinas, 2011.

LENZENWEGER, Josef et al. História da Igreja Católica.São Paulo: Loyola, 2006.

LIBANIO, João Batista. Concílio Vaticano II: em busca de uma primeira compreensão. São Paulo: Loyola, 2005.

MARTINA, Giacomo. História da Igreja de Lutero aos nossos dias: a era do liberalismo. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2008. v. 3.

MATOS, Henrique Cristiano José. Introdução à História da Igreja: idade moderna e contemporânea. 5. ed. Belo Horizonte: Lutador, 1997. v. 2.

PASSOS, João Décio (org.). Sujeitos no mundo e na Igreja: reflexões sobre o laicato a partir do Concílio Vaticano II. São Paulo: Paulus, 2014.

SANCHEZ, Wagner Lopes. O laicato após o Vaticano II: avanços práticos e desafios teológicos. In: PASSOS, João Décio (org.). Sujeitos no mundo e na Igreja: reflexões sobre o laicato a partir do Concílio Vaticano II. São Paulo: Paulus, 2014.

VALENTE, Gianni. O Mysterium Lunae da Igreja visto do Chimborazo. 08 de julho de 2015. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/noticias/544374-o-mysterium-lunae-da-igreja-visto-do-chimborazo. Acesso em: 15 ago. 2015.

VANZELLA, José Adalberto. Protagonismo do leigo na Igreja. São Paulo: Paulinas, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.